• Marcelo Teixeira

Como as pessoas emocionalmente inteligentes lidam sabiamente com seus problemas

Atualizado: 11 de Mai de 2019


Eu sei algo sobre você ...


Independentemente de quem você é, posso garantir que estas três palavras se aplicam a você:


Você tem problemas.


A questão é: como você lida com esses problemas? A resposta a essa pergunta é fundamental para quase todos os aspectos da sua vida.


Eu estou de volta em minha casa depois uma mini-férias. Ontem a noite eu e um grande amigo, fomos jantar em um restaurante bem frequentado e bem cheio por sinal. Nós nos sentamos e nosso serviço estava indo bem, até que o tempo passou e com o passar do tempo, cadê o nosso pedido?


Nossa refeição levou tanto tempo, e nosso garçom foi tão ausente, que tivemos de ir para a frente do restaurante e verificar o estado do nosso pedido.


Não só não conseguimos nossa comida, mas também observamos que quase todas as mesas à nossa volta recebiam seus pedidos em tempo hábil.


Nós suspeitamos que o garçom poderia ter esquecido de colocar a ordem ou cometeu algum erro, o que teria sido bom se ele tivesse abordado a situação e o mais importante, nos dirigisse.


Eu suspeitei de que ele estava envergonhado, com medo, ou ambos. Finalmente, no momento em que recebemos a nossa comida, ele reconheceu o problema e ofereceu um desconto na refeição.


Se ele tivesse seguido o manual do cliente e ficado atento enquanto tentava aliviar seu erro, tudo estaria bem.


O poder de se inclinar e encarar seus problemas de frente


Por que estou contando essa história? Porque mostra um exemplo perfeito da escolha que você deve fazer quando se deparar com problemas.


Suas duas escolhas são evitar problemas ou se concentrar e corrigi-los.


O ato de evitar o problema permite que você fique livre a curto prazo, mas isso não resolve o seu problema e, muitas vezes, os problemas que você ignora aumentam e pioram.


Enterrar a cabeça na areia ajuda bastante, você pode evitar o desconforto do qual tem medo, mas depois de observar as escondidas, estará em uma situação muito pior.


Melhor será mesmo se você, se inclinar em seus problemas.


Quando você se inclina em seus problemas, mais ou menos você tem essa conversa consigo mesmo:


"OK. É aqui que estou. Isso é o que aconteceu. Sou responsável pela situação tenho que encará-la de frente , embora desconfortável vou buscar uma solução para ter tranquilidade de saber que fiz tudo o que podia para melhorá-lo ”.


Quando foi a última vez que você se dirigiu de maneira real e assumiu a responsabilidade por sua vida?


Quais são seus problemas? Qual dos seus problemas você está racionalizando? Você está transferindo a culpa para alguém ou para algo, quando está realmente em você (é quase sempre em você)?


Quando você se inclina, você constrói músculos emocionais que crescem como resultado do estresse causado por lidar com um problema. Não apenas você pode produzir um resultado melhor, mas também depositar um depósito em sua conta de confiança e resiliência.


Faça isso com bastante frequência e você terá a recompensa de poder dizer “sou alguém que pode lidar com a minha vida”.


Essa recompensa não é trivial. Pense nisso. Como você dividiria a população entre pessoas que estão lutando, desgastadas e rastejando contra pessoas que estão lidando com suas vidas?


Há algo assustador e vulnerável, mas poderoso e libertador em ser capaz de ficar emocionalmente aberto em suas circunstâncias, levando-as com um senso de responsabilidade .


No final das contas , nós apreciamos a nossa refeição, que não era grande coisa.


Esta não foi uma história monumental, mas traça paralelos com a vida. Desde as pequenas instâncias, como lidar com um cliente em seu trabalho ou como mudar sua vida.

A melhor rota é geralmente a mesma.


Então incline-se.


O que você vai fazer hoje para enfrentar a vida?



15 visualizações

copyright (c) 2019 . todos os direitos reservados.