Buscar

Como viver no momento e parar de se preocupar com o futuro

Atualizado: há 3 dias

Muitas vezes ouvimos as pessoas falarem sobre a importância de viver no presente e as diferentes maneiras como isso nos beneficiará. Tudo parece maravilhoso, especialmente os níveis mais baixos de estresse e ansiedade, mas como exatamente podemos viver o momento em que nossa mente está constantemente se preocupando com o passado ou com planos para o futuro?

Neste artigo, discutiremos alguns dos benefícios de viver no momento que você pode não estar ciente. Em seguida, veremos alguns dos obstáculos e por que nos preocupamos. Por fim, e mais importante, mostrarei como viver o momento e parar de se preocupar usando algumas práticas simples que você pode incorporar facilmente à sua agenda lotada.

O resultado: uma vida mais feliz e gratificante.

A importância de viver no momento

“O segredo da saúde para a mente e o corpo não é lamentar o passado, preocupar-se com o futuro ou antecipar problemas, mas viver no momento presente com sabedoria e seriedade.” -Buda

Embora possa ser difícil viver no momento, há inúmeros benefícios.

Aqui estão apenas alguns que irão melhorar sua vida tremendamente:

Melhore sua saúde

Ao reduzir o estresse e a ansiedade, você evita muitas das consequências para a saúde associadas, como pressão alta, doenças cardíacas e obesidade. Estudos demonstraram que estar presente também pode melhorar o bem-estar psicológico.

Melhore seus relacionamentos

Você já esteve com alguém que está fisicamente presente, mas mentalmente a um milhão de quilômetros de distância?

Estar com pessoas indisponíveis é uma luta e construir relacionamentos com elas é extremamente difícil.

Que tal estar com alguém que está totalmente presente? Gostamos de estar com ele porque podemos fazer uma conexão muito mais profunda.

Vivendo o momento, você pode ser aquela pessoa com quem as outras pessoas gostam de estar e torna os relacionamentos muito mais fáceis.

Maior autocontrole


Você tem maior controle sobre sua mente, corpo e emoções. Imagine como sua vida seria muito melhor se não estivesse à mercê de uma mente acelerada e emoções imprevisíveis. Você certamente ficaria mais em paz e muito mais feliz.

Por que nos preocupamos?

Antes de respondermos a essa pergunta, é importante distinguir entre preocupação e preocupação.

Quando estamos preocupados com algo, é mais provável que lidemos com um problema real com soluções realistas. Então, assim que fizermos o que pudermos para resolver o problema, estaremos dispostos a viver com o resultado.

Preocupar-se, por outro lado, envolve pensamento irreal. Podemos nos preocupar com um problema que realmente não existe ou pensar em todas as coisas ruins que podem acontecer como resultado. Então, nos sentimos incapazes de lidar com o resultado. De qualquer forma, temos dificuldade em lidar com a incerteza, que é uma parte normal da vida.

Certamente, alguns de nossos problemas podem não ter os resultados desejáveis, como um sério problema de saúde. Alguns problemas podem estar além do nosso controle, como distúrbios civis ou retração econômica. Nesses casos, pode ser difícil evitar a preocupação, mas não impossível.

3 etapas para começar a viver no momento

Etapa 1: Superar a preocupação

Para superar as preocupações, precisamos fazer duas coisas:


Acalme sua mente


Quando você acalma sua mente, consegue ver mais claramente.

A razão de alguns problemas parecerem tão assustadores é que nossa mente está correndo tão rápido que não podemos ver as coisas como elas realmente são. Em seguida, criamos um monte de cenários possíveis em nossa mente, a maioria dos quais é improvável que se concretizem.


Além de ver com mais clareza, uma mente calma nos ajudará a pensar de forma mais realista. O pensamento irreal é alimentado por confusão e emoções descontroladas. Acalmar sua mente reduzirá a confusão e acalmará suas emoções, permitindo que você viva no presente.


Concentre-se em soluções em vez de problemas


Algumas pessoas tendem a ser mais orientadas para a solução e outras mais orientadas para os problemas. Alguns dos fatores que podem determinar isso são gênero, educação e educação.

Pessoas com mais educação tendem a ser solucionadores de problemas. É para isso que seus anos de educação os treinam. Além disso, seus empregos provavelmente reforçam essa maneira de pensar.

Se você não é orientado para a solução de problemas, não se preocupe. Você pode treinar para se preocupar menos. Discutiremos isso em breve.

Etapa 2: Identifique os Obstáculos para Viver no Momento

No mundo agitado de hoje, pode ser um desafio viver o momento. Os motivos giram em torno de como nossa mente funciona, bem como de influências externas.

Muitas pessoas ocupadas têm uma “ Racing Mind” (mente acelerada) que parece nunca desacelerar. A mente deles fica muito agitada com muita estimulação sensorial.

Veja, qualquer coisa que estimule qualquer um dos nossos cinco sentidos irá desencadear um pensamento, e esse pensamento leva a outro, e depois a outro, e assim por diante.

Se você tem uma vida agitada, todas as suas atividades vão estimular sua mente e tornar aparentemente impossível desacelerá-la.

Situações desagradáveis e um passado problemático

Nenhum de nós quer estar em situações desagradáveis ou lembrar de situações do passado. Eles podem trazer emoções dolorosas, que não queremos sentir.

Então, como a maioria das pessoas lida com emoções dolorosas?

Fazendo tudo o que podemos para evitá-los, podemos levar nossa mente para outro lugar e tempo onde as coisas sejam mais agradáveis.

Em outras palavras, evitamos viver no momento presente.

Algumas pessoas recorrem a coisas que estimulam o prazer sensorial, como comida, álcool ou sexo. Outros consumirão substâncias que entorpecem sua mente e os impedem de pensar em situações desagradáveis ou estressantes.

Desde o momento em que nascemos (provavelmente antes) até o momento em que morremos, nosso corpo e mente estão ativos realizando alguma função. Portanto, é natural que nossa mente tenha algum nível de atividade, seja ela consciente ou inconsciente.

Geralmente, uma mente errante é extremamente improdutiva. Um pensamento inicia uma cadeia infinita de pensamentos, e esse processo pode continuar até que precisemos que nossa mente execute uma função específica ou nos distraiamos com outra coisa.

Agora, há momentos em que uma mente errante pode ser produtiva, como ao criar obras de arte ou ao tentar encontrar soluções criativas para problemas. Nesses casos, precisamos de nossa mente para explorar diferentes possibilidades.

Influências externas


A maioria de nós não está totalmente ciente de como nosso ambiente e as normas sociais influenciam nosso pensamento e comportamento. Pessoas e instituições estão constantemente competindo por nossa atenção. A mídia chama nossa atenção para o passado e a publicidade geralmente para o futuro.

Muitas pessoas ao nosso redor que vivem no passado ou no futuro tentam nos atrair para sua maneira de pensar. Até mesmo todo o conceito do sonho americano é voltado para o futuro. Diz-nos que se adquirirmos coisas como uma boa carreira, família e casa, seremos felizes.

Etapa 3: Pratique Mindfulness

Então, como podemos viver o momento em um mundo que está constantemente tentando chamar nossa atenção para o passado e o futuro?

Antes de entrarmos em ações concretas que você pode realizar, é importante entender o que é atenção plena. Você provavelmente já ouviu o termo antes, mas pode não entender totalmente o que significa.

Compreenda a atenção plena

O conceito de atenção plena é bastante simples. Estar atento é viver o momento.

Quando você está atento, sua atenção está focada no que está acontecendo no momento presente e você está totalmente em contato com a realidade [5].

Você está ciente do que está acontecendo em seu corpo, mente, emoções e no mundo ao seu redor. Isso é diferente de pensar sobre essas coisas. Para desenvolver uma maior compreensão, você não precisa pensar muito sobre eles, mas apenas observá-los.

Isso pode ser contra-intuitivo para muitas pessoas, especialmente intelectuais, porque eles estão acostumados a usar a lógica para desenvolver um maior entendimento. Com plena consciência, acalmamos nossa mente e emoções para que possamos ver com mais clareza. Então, muito do nosso entendimento virá da simples observação. Quando desenvolvemos a atenção plena, literalmente expandimos nossa consciência.

Para desenvolver a atenção plena, precisamos nos treinar para observar as coisas de maneira mais objetiva, isto é, sem que nossas emoções ou ideias preconcebidas influenciem nossas visões.

Se você está pronto para viver uma vida melhor, leia algumas práticas simples de atenção plena que você pode incorporar à sua rotina diária para ajudá-lo a viver o momento.

Você não precisa fazer todos eles, mas sim escolher aqueles que mais agradam a você e se adaptam ao seu estilo de vida.

Meditação Mindfulness

A meditação da atenção plena é o esteio para desenvolver a atenção plena e viver o momento. Para praticar a meditação da atenção plena, tudo o que você realmente precisa fazer é sentar-se calmamente e seguir sua respiração. Quando sua mente divagar, traga-a de volta à sua respiração.

Observe como seus pulmões se expandem a cada inspiração e se contraem a cada expiração. Deixe sua respiração ficar relaxada e natural.

Você não tem que fazer isso perfeitamente.

A ideia é começar a passar um tempo longe da estimulação sensorial constante de todas as suas atividades, e apenas permitir que ela se acalme naturalmente. Comece com cerca de 5 a 10 minutos por dia e avance até cerca de 20 minutos ou mais.

Essa prática é altamente eficaz e pode ter benefícios de curto e longo prazo.

Respiração atenta

Embora isso possa parecer o mesmo que meditação da atenção plena, tudo o que você realmente está fazendo é fazer pequenas pausas ocasionalmente (10 a 15 segundos) para observar sua respiração. Pare tudo o que estiver fazendo, respire profundamente algumas vezes e depois retome sua atividade. É isso aí.

Você pode fazer a respiração consciente a qualquer hora do dia durante sua agenda lotada. O que isso faz é interromper a aceleração de sua mente.

É como tirar o pé do acelerador enquanto dirige. É uma pausa agradável e refrescante que você pode fazer sem que ninguém perceba.

Caminhada consciente

Caminhar é uma atividade que você realiza várias vezes ao longo do dia. Muitas vezes pensamos que estamos sendo produtivos enviando mensagens de texto ou ligando para alguém enquanto caminhamos. Mas estamos mesmo?

Em vez de pegar o celular ou deixar sua mente vagar, por que não usar sua caminhada para treinar para viver o momento e se concentrar na tarefa em mãos ?

A caminhada atenta é semelhante à respiração atenta, mas em vez de se concentrar na respiração, concentre-se na caminhada. Preste atenção a cada passo. Além disso, observe os diferentes movimentos de seus braços, pernas e tronco. Quando sua mente divagar, apenas traga sua atenção de volta para sua caminhada.

Você pode até fazer meditação caminhando. Ou seja, caminhe alguns minutos lá fora. Comece diminuindo o ritmo. Se você desacelerar seu corpo, sua mente o seguirá.

Além de prestar atenção ao caminhar, observe as árvores, o sol e as criaturas. Uma caminhada atenta é agradável e pode realmente ajudar sua mente a se acalmar.

Pensamentos finais

Praticar a atenção plena é como colocar regularmente pequenas quantidades de moedas em uma jarra. Todos eles vão se somar com o tempo, e isso vai somar para mais paz e felicidade, além de deixá-lo mais perto de alcançar seus objetivos.

Lembre-se de que você não precisa fazer as práticas da atenção plena perfeitamente para obter os benefícios. Tudo o que você precisa fazer é trazer sua mente de volta ao momento presente, quando ela se dispersa.

Praticar a atenção plena pode ser um pouco desafiador no começo, mas posso garantir que ficará mais fácil.

Os benefícios de viver o momento estão ao seu alcance, não importa o quanto sua mente esteja correndo. Se você aderir a essas práticas de atenção plena, também aprenderá a viver o momento e a parar de se preocupar. Quando você fizer isso, um novo mundo se abrirá para você.



Garanta a sua vaga para o Mais Completo Treinamento 

de Inteligência Emocional com Eneagrama no Brasil.

( Clique aqui ) para saber mais sobre o programa de Inteligência Emocional que já impactou mais de 9000 alunos .



Junte-se à minha lista de e-mail com mais de 40mil pessoas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

9 visualizações